Páginas

domingo, 13 de novembro de 2022

[AC] Maria Madalena escolhida como patrona das mulheres do Courage

 

Maria Madalena aos pés da Cruz,
Matthijs Wulfraet, 1690.
Museu Nacional de Varsóvia

Mulheres do Courage elegem Santa Patrona

 

por Julie A., em nome das mulheres do Courage

 

Como vocês sabem, os santos patronos do apostolado EnCourage são Santa Mônica e Santo Agostinho, e os santos patronos do apostolado Courage são São Carlos Lwanga e seus companheiros mártires. Enquanto mulheres do Courage, amamos e veneramos esses santos, mas ficamos muito emocionadas quando fomos convidadas a escolher uma patrona para as mulheres do Apostolado, já que temos regularmente encontros e retiros só para mulheres.

 

A conversa se iniciou em julho, durante a Conferência Anual do Courage e EnCourage. Abriu-se o diálogo e iniciou-se uma conversa alegre e animada na qual começamos a falar das virtudes que admiramos e dos desafios que compartilhamos com cada uma das santas que nos propunham. Surpreendeu-me o entusiasmo e carinho que o grupo demonstrou por cada uma das santas mencionadas. Deste amistoso debate emergiram três santas, dentre as quais escolheríamos uma por votação.

 

Santa Joana d'Arc parecia uma escolha óbvia por causa de sua força interior e fidelidade obstinada. Santa Catarina de Sena também foi proposta porque trabalhou incansavelmente, em meio a tempos turbulentos da Igreja, para devolver o Papa a Roma e por causa de seu título de Doutora da Igreja. No entanto, após conversas na conferência e consulta com as mulheres da comunidade online, escolhemos Santa Maria Madalena como nossa patrona. Encanta-nos o fato de que ela estava aos pés da cruz e que ela foi a primeira pessoa a quem Jesus apareceu após Sua ressurreição. Embora não associemos o fato de Santa Maria Madalena ter sido curada de sete demônios com a atração pelo mesmo sexo, todas nós viemos ao Senhor para receber Sua cura e misericórdia.  Seu relacionamento especialmente próximo com Jesus é o que queremos imitar.

 

Muitas de nós adotamos pessoalmente uma santa patrona para nos ajudar a combater o isolamento que podemos enfrentar como Mulheres do Courage. E continuaremos desfrutando e confiando na grande comunhão dos santos. Contudo, ter uma santa em particular, Santa Maria Madalena, unifica-nos e fortalece-nos como irmãs em Cristo.

 

Santa Maria Madalena, rogai por nós!

 

[Fonte: Boletim Courage e EnCourage, Outubro 2022]

 



segunda-feira, 11 de julho de 2022

[Esp] São Bento e a vitória sobre a tentação impura

 

A auto-mortificação de São Bento


SÃO BENTO E A VITÓRIA
SOBRE A TENTAÇÃO DA CARNE
.

 

Certa vez, quando estava só, apareceu-lhe o tentador: uma dessas avezinhas pretas, conhecidas vulgarmente pelo nome de melro, começou a esvoaçar em torno do seu rosto e a chegar importunamente tão perto que o santo homem, se o quisesse, a poderia apanhar com a mão. Em vez disto, fez o sinal da cruz, e o pássaro afastou-se. Desaparecida, porém, a ave, seguiu-se-lhe grande tentação carnal, qual nunca o santo experimentara. Conhecera outrora certa mulher, que o espírito maligno lhe fazia por essa ocasião voltar aos olhos do espírito, inflamando de tal modo o coração do servo de Deus a lembrança de sua formosura, que seu peito mal podia conter as chamas do amor, e que quase pensava em abandonar o deserto, vencido pela paixão. Mas eis que de repente foi contemplado pela graça celeste, e voltou a si; vendo, então, ao lado de si crescerem densas moitas de urtigas e espinhos, atirou-se, despido, a essas pontas e a essas chamas, onde se revolveu por tanto tempo, que, ao sair, estava ferido por todo o corpo. Assim expulsou do corpo, pelas feridas da carne, a chaga do espírito: convertera em dor a volúpia. Ardendo por fora em justa punição, apagou o que por dentro ilicitamente queimava. Venceu, pois, o pecado, porque transformou a natureza do incêndio. E a partir dessa época, como ele mesmo dizia aos discípulos, foi nele a tal ponto subjugada a tentação da volúpia que nunca mais a sentiu.

(Vida e Milagres de São Bento, de autoria de São Gregório Magno, Papa)


* * *


A Igreja nos apresenta o calendário litúrgico não para que para ele olhemos placidamente e peçamos bens materiais aos santos cujas festas são comemoradas em dias específicos. Os santos nos são colocados como modelos a serem seguidos, cabendo a nós vermos em seus exemplos as virtudes que devemos praticar em nossas vidas, afastando-nos dos ídolos (celebridades) apresentados pelo mundo.

Hoje é festa de São Bento, e diante desse mundo tão sexualizado no qual vivemos, vem seu ensinamento de como lidar com as tentações da carne. Como dizia São Domingos Sávio: “Antes morrer do que pecar”. É necessário sermos violentos contra as tentações impuras, o que não implica em sempre que elas aparecerem procurar uma roseira cheia de espinhos e se jogar nela. O exemplo de São Bento é: inclua mortificações em sua vida! Fuja das ocasiões de pecado! Somos muito acostumados com o conforto, e qualquer sacrifício é evitado. No entanto, sabemos muito bem que não há salvação ou santidade sem cruz.

Coragem!